História da Câmara




02 Sede da Câmara Municipal de Pouso Alegre

1885. Primeira sede da Câmara Municipal de Pouso Alegre, a quarta casa da esquerda para a direita.

 

Pouso Alegre foi elevada à categoria de vila no dia 13 de outubro de 1831, data de sua emancipação político-administrativa, o que significa que não fazia mais parte da vila de Campanha e que poderia ter uma Câmara própria, composta por seus representantes políticos.

A Câmara Municipal de Pouso Alegre foi instalada em 7 de maio de 1832. Sua sede funcionou inicialmente numa casa alugada na Praça Senador José Bento, onde hoje está localizado o Clube Literário. Em 1836, esse imóvel foi adquirido pelo Município, sendo considerado o primeiro prédio público da cidade.

A primeira Câmara Municipal teve os seguintes vereadores: Padre Mariano Pinto Tavares (presidente), Padre João Dias de Quadros Aranha, Maximiano José de Brito Lambert (secretário), Emídio de Paiva Bueno, José Francisco Pereira Filho, Manuel Leite Ferreira de Mello, Joaquim Pio da Silva e Ignácio Gonçalves Lopes.

A Câmara Municipal funcionou no imóvel da Praça Senador José Bento até 1847. Sabe-se que, a partir de 1885, as sessões da Câmara passaram a ser realizadas do piso superior da Cadeia Pública, situada no final da Avenida Dr. Lisboa, edifício que foi demolido na década de 1930.

Outros locais que recentemente serviram como sede para a Câmara foram: o prédio onde hoje se localiza a ACIPA (de 1958 a 1962), uma das salas do Fórum (de 1963 a 1981) e o Centro Acadêmico da Faculdade de Direito do Sul de Minas (de 1981 a 1982). Em outubro de 1982, foi inaugurado o “Palácio do Mandu”, situado na Rua Adalberto Ferraz, que funcionou como sede do Poder Legislativo de Pouso Alegre até dezembro de 2008.

No dia 10 de dezembro de 2008, foi inaugurado o novo prédio da Câmara, na Avenida São Francisco, Bairro Primavera, onde ela se localiza nos dias atuais.